quinta-feira, 27 de novembro de 2008

apenas uma cançao de amor

Enquanto a chuva, molha meu rosto.
Ela esconde a minha lagrima.
Que insiste encontrar o chão.
Enquanto o frio toma meu corpo.
Eu aprendi sem a gramática.
Que saudade não tem tradução.

Eu preciso tanto de você.
O seu amor e o que me faz crescer.
E conhece como a própria mão.
Cada medo do meu coração.
Hoje pensei tanto em nos dois.
Que não podia deixar pra depois.
E eu vim aqui só pra dizer.
Que eu sou louco pôr você.

Que eu sou louco pôr você.

2 comentários:

Michele Hubner disse...

pensei por um instante ter ouvido vc dizer:

"Nunca pensei, um dia chegar e te dizer não leve a mal, mas vou te fazer chorar, hoje vou te fazer chorar!!"

Rene disse...

nao... mas pato fu eh sempre uma otima opçao pra passar um "recado!" ;)