quinta-feira, 8 de julho de 2010

A cama de prego



Uma vez eu aprendi que se você tiver o desenvolvimento do seu dinheiro em mais de uma fonte (não só nas suas mãos), você poderia descansar. pois, caso não pudesse trabalhar com suas próprias mãos havia outras fontes de renda ativa! [sinceramente, eu nem sei porque eu me lembrei disso agora mas faz sentido]. bem, na verdade isso aí pra cima vai virar até uma crítica logo aqui em baixo. então vamos lá!


(em baixo. rs...)
Quando eu aprendi com um cara esse conhecimento idiota seríssimo, com certeza ele tinha um sério problema em entender o "sistema da cama de pregos" porque ele acreditava que a grana dividida é a cama de pregos, mas na verdade a grana é UM dos pregos!

vc não deve estar entendendo né? vamos tentar esclarecer.

nossa vida tem literalmente o peso do nosso corpo. não... não to falando que a minha vida pesa pesa 92 sacos de açucar de um kilo cada....rs... to falando que nossa vida é pesada sim! E literalmente mais do que o ar!

então: vida= massa
ar... eh.... = um nada!
e como nossa vida, não pode ficar em meio do nada, existe umas "coisas" que nós utilizamos para repousar o nosso corpo... tá! cadeira, sofá, poutrona e a não menos importante: a cama!
daí existem vários tipos e modelos de cama, dentre os indianos a cama de pregos é a mais famosa! mas nada machuca. obviamente porque os pregos dividem o peso e aí é ciência pura e tlz....

Explicado o chato a parte teórica vamos ao filosófico da coisa!

nossa vida é igual o corpo mesmo, e precisa se repousar. daí surge a CAMA INDIANA DA VIDA! aha! ;) bem... er... é uma cama de pregos.
e obviamente cada prego é um aspecto da vida. daí o macete "científico" se vc separar a sua vida em vários aspectos, caso um infortúnio te ocorra e vc perca um destes aspectos (pregos) não lhe fará tanta falta, pois o seu corpo (vida) está sustentado e o peso está divido em mais coisas.

explicado toda a baboseira ai pra cima, cheia de pontos errados e "enteres" demais, vamos a algo mais sério. o texto!
Pautado uma folha trace 5 grupos sociais que vc pertence, freqüenta ou pensa que pertence e eles fingem que vc freqüenta. depois trace 10 coisas que vc mais gosta. vale de tudo: comer, jogar, pensar, ouvir, cantar, falar, fazer, ir (ou até voltar!). certo? agora siga o raciocínio: você não é você mesmo (só). você é você, porque todas estas coisas montam e formam o seu SER.
então vc não nasceu pronto! vc é estruturado ao longo do tempo. mas com esse mesmo "tempo", algumas coisas serão tiradas de você (essas que eu disse ai de cima), e você precisa lutar para continuar a ser você. o que você faria se não visse mais? (como fotógrafo, você precisa pensar em um plano B, né?). ou se várias vezes vc afirmasse na vida que a trilha (motocross) é a sua vida, e você ficasse paraplégico? vc perdeu o movimento das pernas, não a vida! e aqueles que só arranjam amigos em bares e festinhas (e ainda tem a cara de pau de brincar: eu nunca fiz amigo bebendo leite...). quem é você sem a bebida? ou se as amiguinhas (ou os cara/truta/mano) que vc convive se mudarem todos? se vc só se reconhece neles... cuidado... em breve virará um nada (e digo de carteira... eu já tivesse essa ultima experiencia... de sorte que eu tinha outros "pregos"!
Mas a jogada acima de tudo é harmonize a sua vida! não to falando de Buda (ou Bunda! o,O). to falando em não focar sua vida em uma coisa só! saca? vc consegue andar e mascar chiclete! (eu acho), então com certeza consegue desenvolver mais relacionamentos e ao mesmo tempo hobbies e habilidades e imprestabiliadades (imprestabilidades? é!)...para que tudo fique mais....
dividido! é claro, não perca o alvo! não vai encher a vida de afazeres ao ponto de não poder fugir da rotina de vez em quando... lembra da palavra aí em cima: Harmonize-se!

ok? fica a dica!
abraço!

2 comentários:

Ind Caroline x) disse...

ashaesuhasuheasuhaes
eu consigo andar e mascar chiclete, mas eu não consigo chupar cana e assoviar, por exemplo... asehusehuh
mas, tudo bem.. mt boa dica... demorei um pouquinho pra captar, mas ta aii, se vc não foca numa coisa só, se ela for tirada de vc, vc não sente tanto... essa dica serve pra muitas áreas!
abraaz!!

Bruno disse...

Cara,
quando comecei a ler o seu "artigo", se assim posso chamá-lo, fiquei meio perdido sobre a sua real intenção em criá-lo...mas no fim vi o seu ponto de vista, e concordei com ele...
realmente muito interessante, me fez pensar xD