sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Se eu pudesse opinar


Salve tavernandos! aki vai uma postagem novíssima sobre uma coisa que eu acho que nunca fiz oficialmente aki no blog: DAR PITACO. e não tem nada melhor para começar do que falar dessa série aí em cima: os Sons Of Anarchy. sem mais delongas, não espere algo de qualidade ou de profundidade espantosa sobre o seriado. o que eu gostaria de ponderar aqui é o que eu consegui acompanhar nessas 3 temporadas completas em menos de duas semanas assistido, e o que eu conheço e vivo de moto clube aqui no meu país. então é isso:

(para facilitar não vou mencionar o nome dos atores, apenas das personagens!).

Antes de mais nada, eu gostaria de parabenizar Kurt Sutter pela brilhante idéia de "publicar" uma minoria (motociclistas) e relembrar os bons tempos dos velhos de guerra que hoje já não podem pilotar nem motos nem tricíclicos...

Falar de Sons of Anarchy é algo complicado pra mim. pois há um gigantesco compilado de Prós altamente admiráveis e contras totalmente desprezíveis. Como motociclista que sou tenho o pleno conhecimento dos impasses ocorridos dentro de um motoclube, incluindo: grana, ausências, tarefas, viagens e etc. ao mesmo tempo tenho por ideia que motoclubes com no mínimo 15 anos já possuem uma postura muito mais inflexível do que o comum (como as brigas nos episódios ou as punições). é altamente aceitável que veteranos de guerra tenham acesso a armas de fogo num pais onde não restrições para tal comércio. o contrabando é apenas um "a mais". então quanto ao andamento do episódio não há muitas situações contraditórias, mas o foco aqui, hoje são as personagens. então sem mais delongas vamos nós:


Jax Teller: não me levem a mal, mas loiro de barba mal feita, olhar perdido e camisa xadrez é um mero cover de Kurt Cobbain. Não seria muita sacanagem também ressaltar que como motociclista, utilizar tênis branco de skatista não cai bem...
eu não quero cagar o cara todo, mas óculos New Wave é coisa de restart, sem contar que quando o lemão aí enfeza anda igual aqueles marginais na rua. sabe? aqueles que vivem sem camisa com boné de aba reta e bermuda de techtell? pois bem, esse camarada aí precisa de passar por um novo figurino, com mais preto e mais couro.

Mas o filho de john Teller não é só bosta né!? Jax tem uma voz muito bem postulada. na minha opinião é a terceira melhor voz em Sons of Anarchy, expressa violências muito bem. só fico intrigado com uma coisa: com motociclista tem anel de ouro né?!
sobre jack é isso!





Clay Morrow: taí um camarada que passaria muito fácil para um motoclube. Fala pouco, tá velho, briga bem, não colore a roupa, trampa, cuida da esposa como uma joia, não tá tão em forma mas mesmo com as cãs mantem um bom físico. tem tattoo e manda bem como presidente.

a problemática sobre este personagem é que mirando todo o seriado em Jax Teller, Clay não fica com o segundo lugar, mas sim com o concorrente, o inimigo. e de fato não é esse tipo de coisa que Clay devia pegar.

Uma nota pessoal: quando vi Ron Perlman no filme outlander, pensei Puta que pariu que desgraça de ator feio. mas tenho certeza que agora ele está num lugar bom. nada de mocinhos, nada de carinha lisa, só do cover do kurt... bah!







Tig: A primeira coisa que eu pensei quando vi esse camarada foi: Quem colocou o Ticão nessa série? (um tio por parte de pai, meu!)
sério, parece muito. mas em fim, Tig tá dentro dos padrões mötorizer: bebe, fuma, briga, atira, veste couro preto, correntes e tem umas taras muito loucas.
tá que o nariz não mente, mas juro que tomei um baita susto quando uma das personagens fez uma alusão ao passado judeu dele. daí pensar em judeu motociclista é tão estranho quanto pensar no motoclube todo MAYANS... uma piada em duas rodas...
mas é só isso!










Bobby: Any question? Cabelos desgrenhados e soltos, barba largada, barriga, couro preto, moto sem carenagens sports na frente e talz.

bobby manda bem enquanto personagem, só acredito que o mesmo expressa um pouco de medo ao invés de causar medo. na minha opinião a jogada legal seria se ele começasse a tocar o foda-se em algumas jogadas... aí sim!









Opie: esse camarada me lembra um antigo amigo meu, que era de uma igreja e a mulher nunca gostou de ninguem de lá. assim foi a vida de Opie e Donna. tá beleza. morreu, enterra toca pra frente e talz. mas ser marido de uma pornstar? será que o créu não é encenado desde o inicio? a guria é uma secura só.. coitada. e por falar em secura taí o outro problema de opie: cade a barriga meu filho? Opie é forte. fato, mas magrasso, cintura fina e talz... pow álcool não faz isso não viu.

mas fica a dica! e só pra lembrar, Jesus Cristo Bike Show é uma coisa bizarra!










Chibs: tá no esquema. o personagem anda muito bem, obrigado. o passado do cara é legal, o presente tb. sua devoção ao teller tb é bem carismática alem das cicatrizes no rosto. afinal se não fossem elas ele não teria esse apelido.













Juice: o que é que um porto riquenho está fazendo entre motociclistas americanos que odeiam hispânicos? 2º pra quê um motociclista haker? pra chamar publico nerd? 3º como um haker de fundo de garagem vai entrar no sistema penitenciário americano? só se for preso né. então chega de falar bem dele. juice vai pra 4ª temporada e agora se eu não me engano com cabelo cheio (sem as tattos da cabeça) e de bigodinho amante-latino.... é muita gracinha prum cara só.












Piney : esse velho me lembra um antigo camarada de motoclube. definitivamente tenho que ser prudente o suficiente ao julga-lo pois se eu continuar andando bem nessa vida talvez eu não fique igual ele... talvez...















Otto, Big Otto: o que falar desse cara? bem, otto é o personagem do kurt sutter né?! então ele é quem manda na bagaça toda. mas como bom diretor não tem pecado em nada principalmente em megalomania. que é um erro fatal dos diretores como atores. parabens cara! aquela cabeçada da oficial stahl na mesa foi foda, e o cara continua rindo mesmo sabendo que iria apanhar muito la dentro. valeu apena!













é isso aí meninas! obrigado pela leitura e agora vejam a série!




2 comentários:

Ind Caroline x) disse...

O que eu mais gostei foi aquele Clay Morrow.. e aquele Opie ta com maior cara de gay naquela foto hehehe... gostei, um dia desses procuro essa serie, gosto de clubs ;) bjs

Rapouso disse...

também achei! e olha que o Opie é o meu favorito!